Vigilância Sanitária faz nova ação nos bares de Filadélfia em cumprimento do decreto municipal


https://jflink.ml/Y3R5a

Vigilância Sanitária faz nova ação nos bares de Filadélfia em cumprimento do decreto municipal
Foto: Divulgação/Vigilância Sanitária de Filadélfia-TO

Compartilhe


Os bares no município de Filadélfia na noite deste sábado (17) estavam novamente agitado, com aglomerações de pessoas, acima do limite estipulado no decreto da Prefeitura Municipal.

A atitude da população preocupa a Secretaria Municipal de Saúde, que mobilizou a vigilância sanitária a fazer fiscalização nos locais onde haviam aglomerações. A vigilância foi acompanhada pela a Polícia Militar (PM).

imagem
Fiscal Reisivan Lopes em ação em estabelecimento em Filadélfia-TO. – Foto: Divulgação/Vigilância Sanitária

Os estabelecimentos foram novamente notificados sobre as regras estipuladas no decreto 017 de 08 de abril, onde só devem ficar abertos até as 23 horas e com um número limitado de pessoas.

imagem
Foto: Divulgação/Vigilância Sanitária

O fiscal sanitário Reisivan Lopes, que foi responsável pela a operação, disse que não irá medir esforços para multar indivíduos para garantir a saúde coletiva. Segundo ele, está tentando agir no bom senso, porém está difícil.

“As pessoas não querem ver o que está acontecendo nos hospitais, pessoas morrendo por falta de leitos e falta de UTI. Ainda querem ignorar o trabalho da vigilancia sanitária, uma vez que a nossa missão é proteger a saúde da população. Mas se for preciso ter que punir um indivíduo pra garantir a saúde da coletividade, não vou medir esforços”, enfatizou.


Essa não é a primeira vez que a vigilância sanitária vai em estabelecimentos notificar descumprimento do decreto.

Os casos de covid-19 em Filadélfia até no momento estão sob controle e dependerá da colaboração da população para que seja mantido esta estabilidade.

Tags : Aglomeração, vigilância sanitária, Filadélfia

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo