Hospital de Araguaína corre risco de suspender cirurgias cardíacas por falta de bolsas de sangue no Tocantins


https://jflink.ml/JfI79

Hospital de Araguaína corre risco de suspender cirurgias cardíacas por falta de bolsas de sangue no Tocantins
Hospital Municipal de Araguaína precisa de doações de sangue — Foto: Divulgação/ISAC

Compartilhe


A administração do Hospital Municipal de Araguaína Dr. Eduardo Medrado, no norte do Tocantins, lançou um alerta sobre a situação crítica dos estoques de bolsas de sangue. A unidade corre o risco de ter que desmarcar cirurgias cardíacas em crianças, marcadas para o período entre a próxima a quarta-feira (21) e o sábado (24), por causa da falta de doações.

Segundo a direção da unidade, há seis crianças que estão aguardando os procedimentos na unidade. Se a situação não mudar, mesmo eventuais cirurgias de emergência teriam que ser transferidas para outros hospitais por causa do desabastecimento.

O alerta veio acompanhado de um pedido de ajuda, para que a comunidade faça doações assim que for possível. Pode doar sangue todo o morador entre os 16 e os 69 anos, desde que esteja saudável e não tenha sido submetido a cirurgias ou procedimentos invasivos recentes.

Quem teve Covid-19 precisa aguardar o prazo de 30 dias para fazer a doação. Em caso de contato com pacientes com a doença, o prazo a ser aguardado é de 14 dias. Para quem foi vacinado contra a doença, é necessário aguardar no mínimo sete dias. Todos os tipos de sangue estão com estoquem críticos e são aceitos.

Para doar, o morador deve procurar o Hemocentro Regional de Araguaína, na Rua Treze De Maio, 1336, Setor Central. O funcionamento é de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h.

O Hospital é referência no atendimento pediátrico no norte do estado e recebe crianças de cidades próximas. A unidade tem 61 leitos, distribuídos entre enfermaria, estabilização e UTI. A estrutura é custeada pela Prefeitura de Araguaína e gerenciada pelo Instituto Saúde e Cidadania (Isac). Há previsão de mudança para uma nova sede após o fim da pandemia, o prédio novo é utilizado no momento como Hospital Municipal de Campanha da cidade.


Fonte: G1/TO

Tags : Hospital, cirurgia cardíaca, suspensão, bolsa de sangue

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo