Empresa Cabral nega assistência para a família de Guilherme Lima


https://jft.news/MiDLW

Empresa Cabral nega assistência para a família de Guilherme Lima

Compartilhe


Em entrevista ao J. de Filadélfia, a tia de Guilherme Lima dos Reis que morreu atropelado por um micro-ônibus da empresa Cabral Transportes no último sábado (25), em Filadélfia, conta a redação que a empresa negou a prestar assistência para a família.

"Estavam falando em um jornal de Palmas, que a empresa Cabral estaria bancando tudo, dando toda a assistência necessária para a família. Eu queria desmentir isso, pois a empresa não deu nada, é tudo mentira. As pessoas daqui de Filadélfia sabe que isso é mentira, mas as de fora vão pensar que é verdade."

Tia de Guilherme, pediu para não ser identificada


Ela disse que para enterrar a criança, contou com ajuda financeira dos vizinhos e amigos.

"Nós somos humildes e pobres, não tivemos condições nem de enterrar a criança tivemos que contar com ajuda dos vizinhos, amigos e da prefeitura. Pois a Cabral não ajudou em nada. Sabe o que é nada? Nada mesmo." – Contou


Ela diz que empresa não faz nada porque a família é pobre e humilde, se fosse pessoas ricas eles já teriam feito de tudo para evitar problemas.

"Queremos justiça, essa empresa precisa ser responsabilizada por sua negligência e pelo o descaso que vem fazendo com nossa família. Se fossemos pessoas ricas, eles já teriam feito algo para evitar maiores problemas. Ele era apenas uma criança, não merecia isso." – Finalizou


Os familiares da vítima prestaram depoimento à Polícia Civil na manhã de segunda-feira (27) e vão entrar na justiça contra a empresa proprietária do veículo.

Quem é Guilherme?


Guilherme Lima dos Reis, tinha 8 anos, filho de Ana Lima dos Reis e Marcione Lima dos Reis, estudava na Colégio Municipal Dona Maura Leal Valadares, cursando o 3° ano do ensino fundamental.


Novamente tentamos contato com a empresa Cabral e nos informaram que não havia ninguém para comentar o caso.

Reiteramos que o JF deixa um espaço aberto para que a empresa possa se manifestar em relação ao o ocorrido, entre em contato com nossa redação: redacao@jornaldefiladelfia.com.br ou pelo via WhatsApp +55 00 0 0000-0000.

Tags : Cabral, Cabral transportes, Guilherme Lima dos Reis, Filadelfia.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo