6 servidores da Prefeitura de Filadélfia são absolvidos no Processo Administrativo Disciplinar por falta de provas


https://jflink.ml/Scx4k

6 servidores da Prefeitura de Filadélfia são absolvidos no Processo Administrativo Disciplinar por falta de provas
Foto: Divulgação

Compartilhe


Erramos: este conteúdo foi alterado

A comissão do Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que foi aberto pela a Prefeitura Municipal de Filadélfia, absolveu 6 servidores dos 11 que foram afastados para apuração de irregularidades na folha de pagamento durante a gestão do ex-prefeito Mizô Alencar (DEM).

A medida foi publicada no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira (26). A Prefeitura determinou o retorno imediato dos servidores listados às suas devidas funções.

A comissão absolveu os 6 servidores por falta de provas no avaliar do processo. "A comissão processante constatou que os servidores indigitados não fizeram parte do plano de desvio de verba pública fruto deste PAD 001/2021", destacou.

Entre os servidores absolvidos, está o vereador João Barriga (PP). Veja a lista completa abaixo.

- Luís Alves Moreira Júnior, servidor público inscrito na matrícula nº 3227;
- Everton do Amaral, servidor público inscrito na matrícula nº 2933-1;
- Emedean Burjaques da Silva, servidor público, inscrito na matrícula nº 3085-1;
- Hélio Tavares de Sousa, servidor público inscrito na matrícula nº 3119-3;
- Joice Arruda de Sousa Luz, servidor público inscrita na matrícula nº 2937-1;
- João Fernando Soares Lima, servidor público inscrito na matrícula nº 1801.

Em grupos do WhatsApp, Emedean Burjaques, conhecido popularmente como Jack Silva, lamentou a postura das pessoas que julgaram sua pessoa sem ao menos ter informações necessária para fazer comentário, e agradeceu a todos que acreditaram em sua pessoa.

Errata

O título e a redação havia mencionado erroneamente por um erro de digitação, que foram 7 servidores absolvidos, na verdade o correto é 6 servidores. A informação foi corrigida!
Tags : PAD, absolvido, Filadélfia, processo administrativo, comissão

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo