Deputada Valderez Castelo Branco é alvo da Operação Assombro da Polícia Federal


https://jft.news/0XDA9

Deputada Valderez Castelo Branco é alvo da Operação Assombro da Polícia Federal
Foto: Divulgação

Compartilhe


A deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP-TO) foi alvo da Operação Assombro da Polícia Federal nesta terça-feira (17). Esta operação está dando continuidade da Operação Cartese da Polícia Civil.

Os mandados cumpridos pela Polícia Federal nesta terça-feira em três cidades do estado buscam aprofundar as investigações da Polícia Civil do Tocantins sobre a utilização de servidores públicos fantasmas como cabos eleitorais nas duas eleições para o governo realizadas no Tocantins em 2018. Durante a manhã, cerca de 80 agentes da PF saíram às ruas para cumprir 14 mandados de busca e apreensão determinados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A polícia fez busca no gabinete da deputada Valderez (PP) e nos endereços dela em Araguaína, assim como uma fazenda no mesmo município, também estavam entre os alvos.

Em Palmas a deputada foi levada para a sede da Polícia Federal para prestar seu depoimento, a flagra foi feita pelo o opositor Pastor Nelcivan que fez uma live ao vivo.

imagem
Foto: Reprodução/Pastor Nelcivan

O pastor foi proibido de gravar, o advogado de Valderez tentou pegar o celular o dele e depois os agentes federais fecharam a porta pra ele não gravar. O vídeo está disponível na página oficial do pastor.

Segundo aponta o Ministério Público Federal (MPF), no pedido para realização das buscas, Mauro Carlesse e Valderez Castelo Branco se "uniram para, aparentemente, atuarem de forma a forjar nomeações de funcionários públicos, com desvio de dinheiro em favor de particulares, obtendo apoio para lograrem êxito nas eleições".

O que diz ela?


A deputada Valderez afirmou, em nota, que "está tranquila e explica que foi convidada a prestar esclarecimentos, como o fez, por ser uma das mais interessadas em elucidar a situação".

Com informações do portal G1

Tags : Valderez Castelo Branco, Polícia Federal, operação assombro, operação Cartase, investigada, Mauro Carlesse.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo