Vereadores Jadson Aires e Daiana Tavares explicam as diárias custeadas pela a Câmera neste ano


https://jft.news/51ohv

Vereadores Jadson Aires e Daiana Tavares explicam as diárias custeadas pela a Câmera neste ano
Diárias pagas pela a Câmara Legislativa de Filadélfia-TO. – Foto: Reprodução

Compartilhe


Após a Câmara Legislativa de Filadélfia-TO rejeitar o expediente indicatório da vereadora Daiana Tavares (DEM), que buscava meios para ajudar os profissionais da rede municipal de educação, populares do município exigiram explicações dos vereadores referente aos gastos em diárias feita por eles durante a pandemia do novo coronavírus.

Por lei, as diárias custeadas pela Câmara durante viagens de vereadores ou servidores públicos a serviço do município não é ilegal. É totalmente constitucional e um direito deles.

O questionamento de populares de Filadélfia vem em base aos valores gastos pelos os vereadores durante a pandemia do covid-19. Para eles seriam antiético, vereadores gastar tanto para depois rejeitar uma indicação que buscava ajudar profissionais da educação que estão precisando de ajuda.

A Câmara Legislativa já custeou mais de R$20.000,00 em diárias relacionadas a viagens de alguns vereadores neste ano. O presidente da câmara, Ver. Jadson Aires (PSC), por exemplo, em sua viagem para Brasília-DF, foi custeado um gasto de R$3.000,00 e outro de R$3.400,00. Em sua explicação, o presidente disse que mesmo durante a pandemia, os vereadores precisam viajar para buscar benefícios para o município e entende que o tema 'diária' não encontra respaldo na sociedade apesar de ser um direito legal de político e servidores públicos. Leia abaixo:

“Por envolver recursos oriundos dos impostos pagos pelos cidadãos, o tema 'diárias' é naturalmente controverso e apesar de ser um direito estabelecido a políticos e aos servidores de órgãos públicos nas diferentes esferas de governo não encontra muito respaldo na sociedade, sobretudo em períodos de recessão, quando o dinheiro é escasso. Se a margem para críticas está posta, resta aos responsáveis por gerir esse benefício garantir meios de controlar o acesso às verbas indenizatórias e limitá-las a casos excepcionais e, necessariamente, de interesse social e cobrar a prestação de contas, como resposta ao contribuinte.
Porém, mesmo em período de Pandemia é necessário que o vereador também viage em buscas de benefícios principalmente pra área da saúde do município”.

Ver. Jadson Aires (PSC), presidente da Câmara Legislativa.



A vereadora Daiana Tavares (DEM) disse que neste ano recebeu duas diárias, sendo duas de R$675,00. Uma para ir para um evento na Assembléia Legislativa em Palmas-TO e outra para resolver questões partidárias. De acordo com a vereadora, o gasto não é ilegal. “As vezes não tem como a gente fazer uma viagem dessas por nossa conta. Então, é regimental, é um direito nosso, para que nossas viagens sejam custeadas pela a Câmara”, pontua Daiana.

O JF não conseguiu contato com os demais vereadores para obter esclarecimentos. O espaço segue aberto para qualquer manifestação dos envolvidos.

Tags : Jadson Aires, Daiana Tavares, gastos, diárias, economia, pandemia, Câmara Legislativa.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo