Aneel aprova aumento de 8% na conta de energia do Tocantins


https://jft.news/JXd7M

Aneel aprova aumento de 8% na conta de energia do Tocantins
Conta de energia do Tocantins vai ficar mais cara — Foto: Letícia Queiroz/G1 Tocantins

Compartilhe


Foi anunciado nesta terça-feira (30) que a tarifa de luz vai ficar mais cara no Tocantins. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os consumidores vão pagar mais de 8% a mais. A nova tarifa começa a valer a partir do próximo sábado (4).

A Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica, atende 604 mil unidades consumidoras nos 139 municípios do estado. De acordo com a Aneel, a empresa informou na revisão tarifária periódica que os itens mais impactantes foram os gastos para arcar custos de atividades de distribuição e transmissão de energia.

Segundo a Aneel, o aumento será de 8,54% para consumidores residenciais. Já para as indústrias, o reajuste é de 1,79%.

A Energisa Tocantins informou que a homologação da Revisão Tarifária é um processo regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), previsto no contrato de concessão da empresa. Segundo a empresa, a revisão tarifária periódica ocorre a cada quatro anos, em média, com o objetivo de preservar o equilíbrio econômico financeiro da concessão, bem como garantir o aumento da eficiência e da qualidade do serviço de distribuição de energia elétrica para a população.

Conselho crítica o aumento


O Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Tocantins (CEETO) disse lamentar o aumento na conta de luz aprovado nesta terça-feira, 30 de junho, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que representará elevação média de 7,17% para os consumidores da Energisa Tocantins Distribuidora.

O reajuste tarifário anual da distribuidora entra em vigor a partir do próximo dia 4 de julho. Atualmente, a Energisa atende 604 mil unidades consumidoras localizadas em 139 municípios de Tocantins.

O Conselho de Consumidores disse que o aumento da tarifa vem num "momento péssimo para a economia" e, consequentemente, para o consumidor. Segundo o CEETO, a previsão inicial era de que o acréscimo médio fosse de 9,14%, quase 2% acima do deliberado pela Aneel nesta terça. O Conselho disse ainda que que sempre defendeu o menor aumento possível para os consumidores.

Com esse reajuste, o Tocantins ocupará o 7º lugar no ranking de energia mais cara do Brasil.

O aumento para os consumidores residenciais será de 7,83%. No caso da baixa tensão, o percentual médio é de 8,54%. Já para as indústrias (alta tensão), o índice médio será de 1,79%.


Fonte: G1/TO

Tags : Reajuste, Energisa, Tocantins, aumento, Aneel.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo