Mario Paiva critica argumentos da oposição sobre a clínica odontológica em Carolina-MA


https://jft.news/5120G

Mario Paiva critica argumentos da oposição sobre a clínica odontológica em Carolina-MA
Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhe


Desde que a pessoa de Mário Paiva se tornou pré-candidato a prefeito pelo o PSL em Filadélfia-TO, seus adversários criaram um argumento sobre sua clínica instalada em Carolina-MA para lhe atacar durante a campanha eleitoral.

Os adversários usam esse argumento alegando que Dr. Mario Paiva não acredita em Filadélfia, porque em vez de ter feito a clínica no município, ele fez foi em Carolina-MA.

Mario Paiva quer ser prefeito em uma cidade que nem ele mesmo acredita, abriu uma clínica em Carolina em vez de Filadélfia, é porque não acredita na cidade dele. Agora veio outra pessoa e abriu a clínica aqui e está lucrando”, diz um opositor em um grupo de política no WhatsApp.

Dr. Mario criticou os argumentos da oposição, enfatizando que eles não podem chamar ele de desonesto, corrupto ou ladrão e disse que apenas aproveitou uma oportunidade rara na aquisição da clínica.

“Alguns de meus adversários sem poderem me qualificar de desonesto, corrupto ou ladrão, tentam desgastar minha imagem junto a população de nosso município. Me acusando de ter investido em um consultório em Carolina, ao invés de ter montado em Filadélfia. Quero dizer que em um momento de dificuldade financeira, em que minha mãe estava em um tratamento de câncer, nossas economias familiares eram na sua maioria destinadas ao seu tratamento. Um colega de profissão, impossibilitado de continuar trabalhando em Carolina, já que o mesmo resolveu fazer o curso de medicina, resolveu me vender o consultório em suaves prestações. Foi uma oportunidade rara, um gesto de bondade desse colega em facilitar a compra do consultório. Portanto, não investi deliberadamente em Carolina, mas, sim, aproveitei uma oportunidade rara de aquisição de um consultório já montado para ter meu próprio local de trabalho.Tempos depois, investimos todas nossas economias na reforma de nossa residência, na nossa cidade de Filadélfia. Esse foi um sinal claro de que amamos nossa cidade e decidimos passar o resto de nossas vidas na cidade que nasci, onde temos familiares e muitos amigos”, concluiu.


Diante dessa polêmica, o assunto despertou nosso interesse, procuramos Dr. Mario e solicitamos uma explicação sobre a respeito dessa questão. Dr. Mário escreveu uma nota e nos enviou explicando. (Leia a nota no final da matéria)

Na nota, Mario destaca que foi convidado pelo o ex-dono da clínica, Dr. Arthur Moreira para trabalhar em sua clínica enquanto não estava atendendo na rede pública de Filadélfia, em vista que Dr. Arthur atendia apenas algumas especialidades como restaurações e colocação de aparelhos.

Para Mário, ele nunca fez grande investimento em Carolina, ele teria pegado um negócio já andando, depois que Dr. Arthur deixou a clínica para estudar medicina em Gurupi do Tocantins.

Leia abaixo a nota completa na íntegra:

“No ano de 2009, o Dr. Arhur Araújo Moreira, Dentista, proprietário da Clinica Odontoart em Carolina-MA, soube das minhas qualidades e formação profissional, especialista em prótese dentária, me formulou o convite para eu que prestasse serviços em sua clínica, nos meus horários de folga quando eu não estivesse atendendo na rede pública de Filadélfia-TO. Já que o Dr. Arthur Moreira atendia apenas algumas especialidades, como Dentística (restaurações) e Ortodontia (colocação de aparelhos). Após conversas, chegamos ao acordo para que eu recebesse 40% dos valores por cada serviço executado, em cada paciente , na sua clínica.

Após 2 anos e meio trabalhando no regime de porcentagem por serviços prestados em sua clinica, Dr. Arthur Moreira resolveu fazer o Curso de Medicina. Prestou vestibular e foi aprovado neste curso na Universidade UNIRG, na cidade de Gurupi estado do Tocantins. Necessitando se ausentar da clínica e precisando de um profissional para ficar responsável pelos atendimentos e administração do seu consultório, Dr. Arthur Moreira me convidou para realizarmos um acordo de arrendamento da clínica com condições e normas redigidas em um contrato de arrendamento de dois anos.

Ao se aproximar o fim do contrato de arrendamento, expliquei ao Dr. Arthur Moreira que a maioria dos lucros obtidos nos atendimentos eram quase todos gastos, destinados às despesas de arrendamento que ficavam muito pouco para minhas despesas pessoais. Propus ao Dr. Arthur Moreira, um acordo de compra do consultório. Expliquei a ele que naquelas condições, ficava muito difícil trabalhar, que os equipamentos iam se desgastando com o tempo, eu tinha frequentemente que fazer grandes despesas com a manutenção dos equipamentos Odontológicos e que ele considerasse a possibilidade de me vender a Clinica.

Após longa negociação chegamos a um acordo, muito favorável, com condições muito boas, propícias, para o pagamento em suaves prestações da Clínica Odontológica Odontoart, em Carolina-MA. Pelo acordo, fiquei a partir daquele momento, como o legítimo proprietário e responsável, de fato e de direito, pelo funcionamento do consultório, ficando eu também responsável, pelo pagamento do aluguel das salas, em que funcionam o Consultório Odontológico.

Fica claro perante esse relato, que em momento algum, eu, Mario Paiva, montei um consultório em Carolina-MA, fica explicito e claro, para quem tem isenção e boa vontade de entendimento, para quem não quer distorcer os fatos, que em um momento de muitas dificuldades financeiras, com problemas de saúde em minha família, minha mãe vítima de um câncer, com todas as nossas economias destinadas ao seu tratamento e sem condições de montar meu próprio consultório, encontrei um amigo, um colega de profissão, que guiado por Deus, me ajudou de uma forma muito especial, ter meu próprio local de atendimento, trabalho e sustento de minha família.

Atenciosamente.”


Dr. Mario Paiva atendendo no consultório público e no particular. – Fotos: Reprodução/Mario Paiva

Tags : Mário Paiva, clínica, Carolina-MA, polêmica, argumentos, eleições 2020.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo