O que se sabe sobre a suposta tentativa de atentado contra o candidato David Bento


https://jft.news/bB9WU

O que se sabe sobre a suposta tentativa de atentado contra o candidato David Bento
Candidato David Bento (Republicanos) de Filadélfia, durante carreata. – Foto: Reprodução/Facebook

Compartilhe


Na última carreata do republicano David Bento, na quarta-feira (11) teve um episódio inesperado, que foi uma suposta tentativa de esfaqueamento. O acusado é um homem conhecido como Kiko, que já tem várias passagens pela a polícia.

De acordo com as informações premilinares, o acusado portava uma arma branca (faca) no meio da multidão e dizem que ele tentou se aproximar do candidato David Bento (Republicanos) para esfaquear e foi contido pelos os companheiros de David, ao avistar o acusado puxando faca. Depois entregaram o mesmo para a Polícia Militar (PM), onde ele foi detido e solto logo depois.

A Polícia Militar (PM) registrou o boletim de ocorrência com a natureza como porte legal de arma de arma branca. De acordo com a Polícia, populares entregaram o homem acusado para a viatura já contido e não houve vítimas, nem mesmo como ameaça. A PM não sabe dizer se realmente houve essa tentativa de esfaqueamento. Portar arma branca não configura como crime, por não haver vítimas, o acusado foi liberado logo depois da averiguação.

Briga política


Como é de conhecimentos de todos a política em Filadélfia, é como uma briga de cão e gato. Nesta manhã de quinta-feira (12) circulou um áudio no WhatsApp que aparentemente é o acusado que está falando. No áudio ele diz que não foi Mizô que mandou ele esfaquear David Bento, mencionou que Mizô e sua esposa Marindalva Bento gosta dele e da as coisas pra ele e por fim diz que Laerte Lopes (Republicanos) e Marquinhos foram as pessoas que teriam dado a faca para ele esfaquear o candidato David, para ver se ganhar a eleição. O áudio porém soa estranho, porque da pra escutar que no fundo tem pessoas pedindo para o acusado falar as coisas. Ouça:

Áudio: Divulgação/WhatsApp

Procuramos o candidato a vereador Laerte Lopes, ele classificou o áudio como uma 'vagabundagem', por estarem tentando incriminar ele por algo que ele nem estava presente no momento e que ficou sabendo do ocorrido através dos boatos. Ainda mencionou que o áudio está claramente forjado.

O candidato David Bento também foi procurado, mas ele não quis comentar sobre o assunto.

Tags : Tentativa, atentado, David Bento, Mizô Alencar, Filadélfia.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo