Seis mulheres são presas tentando entrar em presídios com drogas nas partes íntimas


https://jft.news/g5uUS

Seis mulheres são presas tentando entrar em presídios com drogas nas partes íntimas
Foto: Divulgação/Seciju

Compartilhe


Em menos de 48 horas seis mulheres foram presas no Tocantins tentando levar drogas para dentro de presídios. Os primeiros três flagrantes foram em Dianópolis, na região sudeste, na quarta-feira (8). Já nesta quinta-feira (9), outras três suspeitas acabaram detidas em Palmas. Todas elas estavam com os entorpecentes nas partes íntimas e foram revistadas ao tentar entrar para o horário de visitas.

A Secretaria da Cidadania e Justiça não informou o nome de nenhuma das envolvidas. Em Palmas, o flagrante foi através do equipamento de scanner corporal instalado em várias unidades recentemente. Já em Dianópolis, os agentes penitenciários receberam a ajuda do setor de inteligência da Polícia Militar e a ocorrência ficou nas mãos da Força Tática.

Na Casa de Prisão Provisória de Palmas, a maconha seria destinada a presos do Pavilhão B. Foram apreendidas cerca de 400 gramas. Em Dianópolis as suspeitas têm 44, 43 e 19 anos. Elas foram revistadas por uma policial feminina e depois encaminhadas para a delegacia.

Todas elas vão responder por tráfico de drogas. Se forem condenadas, as penas podem chegar a 15 anos de prisão além de pagamento de multa.

A administração do sistema penitenciário disse que está reformulando os protocolos de segurança em presídios para tentar garantir a ordem dentro das unidades. Em novembro do ano passado, uma rebelião na CPP de Palmas matou um detento e deixou outro gravemente ferido. Oito agentes penitenciários também se machucaram na confusão.


Fonte: G1/TO

Tags : Drogas, presídio, mulheres, partes íntimas.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo