Polícia Federal faz operação contra suspeito de armazenar pornografia infantil em Araguaína


https://jflink.tk/7Dfmp

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Compartilhe


A Polícia Federal realizou buscas nesta terça-feira (28) na casa de um homem suspeito de armazenar imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes em Araguaína. A operação foi chamada de 'Velar II' e é desdobramento de uma investigação deflagrada em outubro deste ano que já levou a prisão de um suspeito. Nesta fase, não houve prisões.

Segundo a PF, a ação foi montada após autoridades estrangeiras alertarem que o suspeito tinha pelo menos 101 vídeos e fotos de conteúdo sexual envolvendo menores de idade. O alerta veio do National Center for Missing and Exploited children (NCMEC), que tem sede nos Estados Unidos. Em tradução livre, o nome do órgão significa Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas.

O objetivo das buscas é fortalecer o conjunto de provas que já existe nesta investigação e também procurar piscar que indiquem outros envolvidos na transmissão e armazenamento das imagens. A operação foi autorizada pela Justiça Estadual do Tocantins.

O nome 'Velar' faz referência ao compromisso institucional da Polícia Federal em permanecer vigilante na repressão dos crimes de abuso sexual envolvendo crianças ou adolescentes via internet. A PF destacou que em razão da pandemia causada pela COVID-19, foi adotada logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPI's a todos os envolvidos, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.


Fonte: G1/TO

Tags : Pornografia infantil, Araguaína, Polícia Federal

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo